15 de fevereiro de 2017

Friendship goals com delay

Desde a nossa infância, nos ensinam que os relacionamentos podem durar pra sempre. Mas quando a gente cresce, aprende que nem sempre (98%) dos casos, não funciona muito bem assim... Vocês vão ler muito sobre choques aqui e. Portugal pelo meu blog, até porque essa é a minha casa, agora.. Já falei pra vocês que aqui eu perco noção de tempo e de vida. É tudo muito mais intenso e eu fico muito confusa com isso. Já tive experiências no exterior como quem acompanha o blog sabe e (infelizmente é contra a minha vontade), acabei por perder contato com muita gente que eu gostava lá de Londres e que fez do meu intercâmbio, algo maravilhosamente incrível!

Friendship goals com delay @pritrelles
Agora tá acontecendo algo parecido comigo em relação às pessoas que deixei "pra trás" (por falta de expressão melhor) no Brasil. O horário muitas vezes não bate, a temperatura não bate, responsabilidades e rotinas não batem mais, assuntos viraram algo tipo "oi, como tá por aí? aqui tá tudo na mesma, tudo OK, tirando o cansaço. É, aqui tá frio.. NOSSA, sério? saudades disso. OK, boa noite!". É praticamente uma atualização de dados resumida e parece que sempre falta tempo e que o que a gente realmente queria falar ou fazer, desaparece da mente. Por vezes a gente só queria um abraço ou ver um lugar, sentir um cheiro ou andar por uma rua que a gente NUNCA andou na vida, mas é só porque é na nossa cidade, na nossa casa, com os nossos amigos.

Vai diminuindo a frequência de contato e vai se desligando do fio de saudade e da rotina que antes era super óbvia e agora parece simplesmente não fazer mais sentido. Parece que a gente sempre tá atrasado e/ou parado no tempo. É uma confusão desgraçada. Tu não sabe como lidar com teus sentimentos, não sabe como lidar com relacionamentos.. Aliás, vocês já tentaram ter um relacionamento com prazo de validade conhecido por ambos? É horrível! Não entendeu? Eu explico: não dá pra fazer planos de longa data, tipo "no natal podemos viajar pra tal lugar. ou ir conhecer aquela praça que vimos na internet. também tem aquele show da banda que a gente gosta. aaaah não, mas a gente não vai mais tá aqui" e o 'nao vai mais tá aqui' significa 'nao estaremos mais juntos. ou vou sozinho ou vou ir com outra pessoa que já terei conheço'.

Provavelmente vocês estejam falando agora aí do outro lado "ah, mas isso é normal. lei da vida. vai um e vem outro, não dá pra se apegar". E eu te pergunto: qual a graça a de conhecer a pessoa se tu não pode te apegar? Não pode gostar e demonstrar teus sentimentos. Sim, todos temos um passado. Todos nós já fomos feridos por um grande amor ou nos machucamos por amar alguém que more longe da gente e o relacionamento se torna uma incógnita a partir disso, porque tu gosta da pessoa mas parece não durar. Eu também já sofri (e MUITO) com isso, outra hora posso contar pra vocês. Mas que me perdoem os desapegados, porque eu não vejo sentido em conhecer alguém que tu não goste, estar com alguém, conviver com a pessoa, contar da tua vida e saber da dela, se tu não tem a intenção de permanecer com ela. Não sei ser assim.

E talvez seja por isso que eu me machuco tanto, me entrego e depois fico chorando pelos cantos. Acontece, né?! Não deveria.
Mas acontece.
E aconteceu.
De novo.

Se tu gostou, já sabe, né? deixa teu like, compartilha pra ajudar na divulgação e marca aqui não comentários alguém por quem tu tá sentindo isso, pra mandar aquela indireta bem bacana. Vai que tu sai do zero a zero, né?! hahahah

Eu vou ficando por aqui! Um beijo, fiquem bem e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário

Eaí, gostou do post? Me fala aqui nos comentários! <3

 
Cantinho da Ruiva | Layout por A Design