17 de abril de 2016

Valor da amizade

Alguns que me seguem aqui e me conhecem, pelo menos a um mês, sabem como eu lido com as minhas amizades. Sou uma pessoa que se doa aos amigos completamente. Me dói o coração ver um amigo chateado, ou com algum problema, brigando com namorado(a) ou sofrendo de algum jeito. E eu sempre fui assim, mas nem sempre tive essa reciprocidade dos meus amigos. Ou seja, eu me matava e deixava de fazer coisas por amigos, preferia me ver sofrendo do que ver eles sofrendo, ajudava de todas as formas que eu pudesse, fazia de tudo, passava (e ainda passo) madrugadas conversando, trocando ideia, acalmando, tentando ajudar, etc, etc, etc. MAS tem aquele ditado, né: "não devemos cobrar do outro o mesmo respeito e atitudes que a gente tem com ele". Sabe aquela sensação de que TU SABE, TEM CERTEZA que vai dar merda? E a pessoa prefere ser burra, dizer que tu tá errada, xingar, parar de falar contigo e te deixar de lado por não querer simplesmente abrir os olhos pra realidade, enxergar o que tá na cara dela? Então. Aconteceu bastante comigo já e adivinhem? Nunca me escutaram. Mas no final, tava certa.

Eu sempre sou odiada pelas namoradas/peguetes dos meus amigos. Sim, porque os namorados das minhas amigas não tão nem aí. Sério. E daí quem fica no impasse é a minha amiga. Mas mulher é um troço tenso. Se tu fala pro teu amigo, que a guria não presta, trai ele, não vai fazer bem, que não vai dar certo, que isso e aquilo, ela já acha que tu quer pegar ele, tu tá com ciume e inveja da guria. Se tu fala pra tua amiga, ela acha que ou tu tá com ciúmes do boy (não, né.), ou ela diz que ele é diferente, que é só uma fase e que ele vai mudar, que dessa vez é verdade (nesse caso eu pego a pipoca e espero a próxima briga pra abraçar, ajudar, e no fim, dizer que eu avisei) se tu fala pra guria (não pra tua amiga, mas pra peguete ou namorada do teu amigo), que ele já aprontou muito na vida, que ele é "vida loka" e tal, não gosta de namorar e se apegar e tal, aí a criatura tem certeza que tu quer pegar ele e já rola um fight dela com ele e AQUELE CIÚME de ti , porque ela quer mudar ele. Miga, pare. Se tu entra em um relacionamento, querendo mudar a pessoa, tu já sabe que não vai dar certo. Premissa básica de qualquer relacionamento é aceitar a pessoa como ela é. Porque é que a amizade dá certo? Porque a gente aceita nossos amigos como eles são! A gente ajuda a ser uma pessoa melhor quando vê que a pessoa tá caindo, claro. A gente quer o bem dos nossos amigos e por isso mesmo a gente avisa quando vê que alguém não faz o tipo ou não presta. Tanto que quando o relacionamento acaba, quem fica do teu lado? Ah sim, verdade.. Teus amigos! Quando tu tá chorando pela mina ou pelo cara que foi idiota, quem te salva e te leva pra balada, pra curtir, quem fica do teu lado nas madrugadas enquanto tu tá chorando e com raiva? Pois é, TEU AMIGO!

Valor da amizade

Inclusive, agora serei provavelmente apedrejada (minha mãe lê meu blog, agora vai dar treta!), mas vou falar a verdade pra vocês. Eu já me ferrei MUITO, me colocando de culpada por erros de amigos meus. porque eu sabia que se meus pais soubessem que meus amigos que fizeram, pensaram, disseram ou algo do tipo, eles já não gostariam mais da pessoa. Prefiro mil vezes que meus pais achem que eu tô errada ou coisa assim, do que dizer "não, foi a fulana. Por isso atrasei.", "não, ela me me deu, não tive nada a ver com isso". "não, ela não tava bêbada", "ela pediu pra eu fazer". Ou quando eu não quero me culpar, mas também não quero mentir, eu falo "nós decidimos", "nós pensamos", "nós falamos". Nunca largo a bomba em cima da criatura. Jamais. Não sou uma amiga traidora. Nunca serei. Mas também não sou burra! Se a pessoa pisa na bola, é trouxa comigo ou me deixa na mão, SÓ UM POUQUINHO NÉ, COLEGA? VAMO SE RESPEITAR! Se tu é cara de pau e não te ligou, desculpa, mas não sou obrigada! Já aconteceu muito isso comigo e eu tenho uma teoria de que as Deus nos tira coisas ruins, pra que as melhores possam chegar. Por isso é muito raro eu não gostar de alguém de primeira. Claro que já aconteceu de eu olhar e não ir com a cara. Mas todos merecem uma chance de se apresentar do jeito e maneira como são. Mas se a gente não se dá bem, não rola junto aquela coisa de tu ter aquela sensação mesmo de não ser bom, não ser legal, beleza. Não vou nunca forçar, mas também não vou desrespeitar.

Fiz esse post porque esse final de semana isso aconteceu de novo, Por mais que não tenha sido como o planejado, acabou tudo certo por confiança em amizade. Confiança recíproca, entre eu e um amigo. Novas amizades feitas e tudo mais. Mesmo com tanta treta acontecendo, a gente se uniu, ajudou um ao outro, confiou, acreditou no que o outro dizia e acabou tudo bem, como sempre. E fica tão claro isso, que muita gente veio me falar, que dava pra ver de longe que existe confiança, amizade verdadeira e proteção de um com o outro. Enquanto eu passava mal de tanto calor e soluçava demais dentro da festa, ele tava do meu lado, me dando água e perguntando se eu tava melhor. Depois, enquanto rolavam tretas dele, eu tava ali do lado dele, conversando, ajudando, levava pra dar uma volta e relaxar, falava com as pessoas e fazia ele rir. Não foi a primeira vez que isso aconteceu e certamente não foi a última também. (*parágrafo dedicado ao Edu Flores, mais conhecido como Ladaia. <3)

Por isso, galerê, JAMAIS desconfiem dos amigos de vocês. Eles querem o bem de vocês, confiam em vocês, amam vocês, etc, etc, etc. Jamais deixem um amigo de lado. Porque até quando tu tá em conflito com a tua família, quem te ouve também são os teus amigos. Sejamos sinceros! Fica aqui a minha dica pra você. Se tu brigou com um amigo, manda esse texto, pede desculpa e volta com a amizade. Porque amigos são irmãos que a gente escolhe! Amigo de verdade, tá contigo pra tudo! Certo? Fiquem bem e até a próxima!

0 comentários:

Postar um comentário

Eaí, gostou do post? Me fala aqui nos comentários! <3

 
Cantinho da Ruiva | Layout por A Design