11 de outubro de 2015

A viagem: saída de Poa + SP + primeiro dia e noite em Londres!

Sim, claro, óbvio que eu consegui fechar minha mala (apesar de ter duvidado bastante disso até eu conseguir!), check-in em Poa pra São Paulo foi bem tranquilo.


A atendente da TAM lá no Salgado Filho me explicou o que eu tinha que fazer no aeroporto de São Paulo, porque o meu portão de desembarque e de embarque pra Londres eram muito longe um do outro (pra minha sorte eu não precisei pegar minhas bagagens, e nem fazer check-in de São Paulo pra Londres), mas como eu saí correndo do avião e fui direto pra o possível portão de embarque, ainda me sobrou meia hora pra comer algo✌. Eu Embarquei pra Londres e como não sou boba nem nada, pegu e o meu ursinho pra fazer de travesseiro, pra ver filme e dormir na viagem! 
             

Eu vi uns 3 filmes (na verdade eu não vi, eu via o início e acabava dormindo, aí eu dava play em outro e dormia de novo.), comi bastante (eu amo comidinha de avião! Pra mim, só tem graça se eu como no avião!) e acordei em Londres!  Olha que mágico! Hahaha Os comissários de bordo foram todos muito queridos comigo, conversavam, perguntavam se precisava de alguma coisa, se estava tudo bem, se colocaram à disposição mesmo (e acredito que não foi só comigo que agiram assim), o que fez da minha viagem muito mais agradável!


Agora começa a parte divertida! O que eu tinha que fazer: desembarco em Londres, são 15h, preciso pegar minhas malas, passar na alfândega, ligar pra base da Egali (a agência de intercâmbio com quem eu fui pra Londres), achar o "underground", comprar passagem de metrô pra sair do aeroporto, chegar na estação Ears Court, lá, pegar um outro metrô até Wimbledon (o bairro onde eu ficaria), chegar até 18h e lá achar o cara da Egali que me levaria até a Egali House (mas pra tudo isso, tinha que primeiro entender as linhas do metro de Londres.). 
O que realmente aconteceu: fiquei uma hora pra passar na alfândega, já eram 16h. Quando achei a minha mala, uma atendente da TAM, que por sorte estava ali na hora, me disse que a minha mala abriu um pouco nomeio do vôo. Mandei what's pra minha mãe avisando que está viva, porém, não podia dizer o mesmo da mala. Fui pro banheiro abrir a mala e tentar arrumar pra poder pegar o metrô. Já tava suando e mais desesperada que não sei o quê! Quando abro a mala, me deparo com isso:


Começo a chorar e fico mais desesperada ainda. Coloco umas coisas dentro da mochila pra aliviar a mala e daí não consigo mais fechar a mala. Comecei a pedir ajuda em inglês no aeroporto até que finalmente apareceu uma senhora abençoada e me ajudou a fechar a mala. Já são 17h, tenho uma hora pra ir pra casa. Não vai dar tempo! Vou numa agência de aluguel de carro, explico que sou brasileira e que tô atrasada, o cara me empresta o telefone, consigo falar com a base da Egali, expli V o o que aconteceu e tento entender o que o pobre coitado me explica que preciso fazer. Eu entendi? Não. Compro a passagem, e vou pro underground. Encontro um balcão de informações e me atiro lá. A mulher me explica o que preciso fazer e eu vou. Beleza! Consigo chegar em casa, sã e salva. E nisso, uma das minhas colegas de quarto tá de aniversário. Saímos pra comemorar às 20h, foi o tempo de eu tomar banho e sair. 4h, estamos no rua, perdidas (eu muito mais que ela), sozinhas, com frio, sem bateria no celular (ou seja, nem pro Google maps eu poderia a pelar) e eu sem dormir e nem comer desde que saí do avião👍. Finalmente achamos a parada do nosso ônibus e adivinha onde era? 


(No caso vocês podem ver o BigBen na esquerda e a London Eye na direita, coloridona.) Pois é, antes eu reclamava, agora eu agradecia por ter visto isso logo na minha primeira noite, o que prova que há males que vem para o bem, e também por ter conseguido um segundo de bateria pra registrar essa foto. Cheguei em casa e fui direto dormir, sem pensar em nada. No domingo quando eu acordei, MORRENDO DE FOME E SUPER MAU HUMORADA (quem me conhece sabe que eu mantenho o bom humor comendo, por isso eu mastigo 24h por dia. E foi um milagre não ter desmaiado ainda!), fomos encontrar o pessoal com quem saímos na noite passada, que estavam na Egali House do outro lado de Londres,  pra gente almoçar e passear. Fui comer algo que não tivesse curry, pimenta ou qualquer coisa parecida com isso as 15h. Mas olha também onde foi: 


Sentada na calçada, comendo yakisoba (E QUE YAKISOBA!), com frio e enfim... ao menos meu estômago e eu estavamos felizes! Depois disso fomos passear por Londres (pra ser sincera eles passeavam e eu só ia atrás) e foi assim que eu tive a segunda surpresa da minha viagem! Quando eu vi, eu tinha descido no metro, subido uma escadinha e estava aqui: https://www.instagram.com/p/8sy9fyR6e5/

Fiquei maravilhada quando vi, eu tava na frente da London Eye e do BigBen! O que há anos pra mim era um sonho, tava virando realidade e era um momento só meu, que ninguém poderia me roubar e nem eu permitiria isso acontecer. 

                        
(A London Eye não gostou de mim e não quis aparecer em nenhuma foto comigo. Já o BigBen, sim)

Bom, esses primeiros dias em Londres já deram pra eu me adaptar. Amanhã começam as aulas e eu confesso que tô nervosa com o que eu possa encontrar.

O vídeo sobre o primeiro contato vocês podem verr aqui: 

0 comentários:

Postar um comentário

Eaí, gostou do post? Me fala aqui nos comentários! <3

 
Cantinho da Ruiva | Layout por A Design